“Eu não morri”

No passado dia 23 de abril fui ver o espetáculo do Teatro Griot, O Riso dos Necrófagos na Culturgest. Dirigido por Zia Soares, esta peça de teatro/dança/performance está concebida, para nos captar a atenção e o pensamento. Este espetáculo é uma chamada de atenção para não perpetuar o esquecimento dos horrores vividos na Guerra daContinue a ler ““Eu não morri””

“Passar a semana inteira a papar museus”

Na semana passada os museus reabriram pela segunda vez, após mais um confinamento que levou ao fecho das suas portas. Esta reabertura foi alvo de notícia por parte da comunicação social e também foi anunciada pela Direção Geral do Património Cultural. Mas confesso que o que mais me marcou foi a “reportagem” feita pelo PortugalexContinue a ler ““Passar a semana inteira a papar museus””

A revista “dois pontos” na Educação para a Cidadania

Comecei a ouvir falar da dois pontos pouco depois de ter saído o primeiro número. A revista destinada a crianças dos 7 aos 11 anos estava a provocar comentários muito positivos no meio da Educação, recebendo o selo do Plano Nacional de Leitura. Se eu já estava curiosa com os seus conteúdos, fiquei ainda mais.

Afinal o mundo não é uma ervilha… é um quadrado

Esta semana vi o filme O Quadrado de Ruben Östlund. Trata-se de um filme que retrata uma série de questões relacionadas com museus, a arte contemporânea, as desigualdades sociais e as relações de poder. Não sou crítica de filmes mas dada a forma como este me tocou consigo compreender porque venceu a Palma de OuroContinue a ler “Afinal o mundo não é uma ervilha… é um quadrado”

Por uma Educação Antirracista

Após o assassinato de George Floyd seguiram-se várias manifestações antirracismo por todo o mundo. Há dias chegou a vez da revolta ser marcada nas estátuas. Em Portugal, da vandalização da estátua do Padre António Vieira, muito se disse, pensou, escreveu. Também pela minha cabeça se passaram vários pensamentos e ideias. No entanto, esta e outrasContinue a ler “Por uma Educação Antirracista”

Pandemias

Estive cerca de dois meses e meio em isolamento social tal como muitas outras pessoas por esse mundo fora. Ao longo deste tempo tive oportunidade para refletir sobre várias questões. A Terra continua a girar e não é por estarmos num modo de vida diferente devido ao Covid-19 que todos os problemas que tínhamos antesContinue a ler “Pandemias”

Nos Museus fazem-se perguntas?

Os museus reabriram. Acho que é devido à sua reabertura que tenho pensado bastante na ideia de museu enquanto forum: um espaço onde se discute, onde se argumentam pontos de vista, onde se questiona a História. Faz falta haver mais espaço de debate nos museus. E faz falta questionar a História. Vivemos mergulhados em pontosContinue a ler “Nos Museus fazem-se perguntas?”